Postagem em destaque

Estudante invade escola mata dois colegas e fere outros cinco.

Dois adolescentes de 12 e 13 anos morreram e outras cinco pessoas ficaram feridas, no início da tarde desta sexta-feira (20), em um ataque ...

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Só no Brasil: Comerciante e mulher são presos por reagir a assalto.

Comerciante seria preso por reagir a assalto e balear suspeitos.

Vítima voltava de um passeio com a esposa e o filho em Cubatão, SP.

Do G1 Santos

As câmeras de monitoramento da casa do comerciante baleado após reagir a um assalto na noite do dia 21 de fevereiro em Cubatão (SP), e que seria preso por ter disparado contra os criminosos, registraram toda a ação. As imagens foram divulgadas nesta sexta-feira (27). Ele falou sobre os momentos de tensão que tem vivido nos últimos dias. Com ferimentos na cabeça e na perna, locais onde foi atingido, a vítima alega que estava protegendo sua família contra a ação dos suspeitos e que foi tratado como um "vagabundo" ao ser escoltado por policiais até uma delegacia da cidade.
Imagens mostram comerciante que seria assaltado atirando contra criminosos em Cubatão, SP (Foto: Reprodução/TV Tribuna)Imagens mostram suspeito atirando contra
comerciante (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Um dos suspeitos morreu durante a troca de tiros, o outro foi ferido e preso. A polícia havia decretado a prisão do comerciante, porque a pistola calibre ponto 40 utilizada por ele é de uso restrito das Forças Armadas e o empresário, apesar de ser colecionador de armas e fazer parte de um clube de tiro, não possuía o documento obrigatório para o porte do armamento. No entanto, a sua prisão foi revogada pela Justiça na segunda-feira (23).
O sistema de segurança da residência registrou o momento em que o carro do comerciante chegou. Nas imagens, é possível ver o filho de oito anos e a esposa descendo do veículo. Nessa hora, dois homens caminham do outro lado da rua, no sentido contrário. Depois, eles vão em direção ao automóvel.   
Por outra câmera, um dos suspeitos é flagrado chegando e já atirando. Na sequência, o comerciante reage e atira também. Foram muitos tiros, a mulher do empresário sai do carro e tenta se proteger.
O comerciante de 36 anos, que prefere não se identificar, voltava de um estande de tiros quando os criminosos agiram. Ele afirma que só pensou em proteger a família. "Eles se aproximaram do carro já disparando, em frente à minha casa. Me acertaram na cabeça, mas peguei a arma que eu tinha e consegui reagir. Depois de passar por consultas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Pronto Socorro Central da cidade, os policiais avisaram que eu estava preso e seria escoltado. Tentei proteger a minha família e fui considerado um bandido, tratado como 'vagabundo'", relata o homem, que alega ter sofrido uma tentativa de homícidio.
Comerciante de Cubatão, SP, levou um tiro de raspão na lateral da cabeça (Foto: Cássio Lyra/G1)Comerciante de Cubatão, SP, levou um tiro de
raspão na lateral da cabeça (Foto: Cássio Lyra/G1)
Além dele, sua esposa foi presa autuada por porte ilegal de arma no dia seguinte. Ela estava na Cadeia Feminina anexa ao 2º Distrito Policial (DP) de São Vicente e foi liberada igualmente na segunda-feira.
O marido a defende e relata os momentos difíceis pelos quais ela passou. "Em nenhum momento ela esteve perto da arma. O único que manuseou e atirou fui eu, e em legítima defesa. Ela teve de ir ao presídio, pediram para que se despisse até o momento do depoimento. Uma situação horrível para ela", conta.
Segundo a vítima, que ainda está com uma bala alojada na perna e precisa de muletas para andar, a família vem recebendo constantes ameaças em frente à sua residência, com pessoas passando e gritando, e também pelas redes sociais. "Não saímos mais de casa, meu filho não vai para a escola e, também, não tenho como administrar a minha empresa. Estamos todos trancados dentro de casa", conclui.
Comerciante de Cubatão, SP, está com a bala alojada na perna esquerda (Foto: Cássio Lyra/G1)Comerciante de Cubatão, SP, está com a bala alojada na perna esquerda (Foto: Cássio Lyra/G1)
Carro de comerciante ficou com várias marcas de tiros (Foto: Solange Freitas/TV Tribuna)Carro de comerciante ficou com várias marcas de tiros (Foto: Solange Freitas/TV Tribuna)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Caminhão com leite se choca em ponte na BR-262 em Bom Despacho, veja o vídeo do blog


Colisão com caminhões e carros foi no km 408 em Bom Despacho.
Congestionamento foi causado nesta quarta-feira até por volta de 20h.

Do G1 Centro-Oeste de Minas
Acidente entre caminhões e carro na BR-262 em Bom Despacho (Foto: Polícia Militar Rodoviária/Divulgação)Acidente deixou BR-262 interditada por 2 horas
(Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)
O trecho da BR-262 em Bom Despacho, que ficou interditado após um acidente envolvendo três caminhões e um carro na BR-262 nesta quinta-feira (25), foi liberado por volta das 20h do mesmo dia. A batida ocorreu no km 480 e deixou dois homens feridos. De acordo com a concessionária Triunfo, que administra a rodovia, os dois sentidos da BR-262 ficaram totalmente interditados por cerca de uma hora, após uma pista foi liberada e a rodovia funcionou em uma pista por mais uma hora.
Os feridos foram socorridos pela ambulância da concessionária e encaminhados com ferimentos leves para o Pronto Atendimento em Bom Despacho. Segundo a Triunfo, o acidente gerou uma grande fila de veículos "Como o acidente envolveu quatro veículos a remoção dos feridos e dos caminhões foi demorada. O congestionamento também ocorreu, pois após o fim da paralização dos caminhoneiros, o trânsito ficou mais pesado. A rodovia foi totalmente liberada por volta de 20h", esclareceu o coordenador do trecho, Wilson Antônio.
G1 entrou em contato com a Polícia Rodoviaria Federal (PRF) que confirmou as informações, mas não passou detalhes do acidente.

Padre mineiro é nomeado bispo de Luz pelo Papa Francisco

O padre José Aristeu Vieira, atualmente, é pároco da paróquia Imaculada Conceição, em Buritizeiro e agora foi nomeado bispo da Diocese de Luz



 postado em 26/02/2015 10:17 / atualizado em 26/02/2015 10:45
Arquidiocese de Diamantina/Divulgação
O papa Francisco nomeou esta semana o padre José Aristeu Vieira como bispo da diocese de Luz, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Atualmente, padre Aristeu exerce a função de pároco da paróquia Imaculada Conceição, em Buritizeiro. 

O religioso é natural de Rio Vermelho, Região Central de Minas, nascido em 14 de julho de 1952. Foi ordenado sacerdote em 13 de outubro de 1979. Em sua trajetória presbiteral de 35 anos, padre Aristeu exerceu diferentes atividades pastorais. Durante 18 anos atuou na Pastoral Vocacional Arquidiocesana. Foi coordenador de pastoral da arquidiocese, coordenador do regional da Pastoral Vocacional do Leste 2 e membro do Grupo de Animação e Reflexão Vocacional (GAV) da CNBB. No período de 2003 a 2006, esteve como presidente da Comissão de Presbíteros no Leste 2. Em 2007, foi eleito membro Permanente do Conselho Geral do Prado, residindo em Lyon, na França até 2013. Atualmente, exerce a presidência da Associação dos presbíteros da Arquidiocese de Diamantina (APAD).

Acolhendo a solicitação do arcebispo de Campo Grande (MS), dom Dimas Lara Barbosa, o papa também nomeou, como bispo auxiliar da arquidiocese de Campo Grande, frei Janusz Danecki, pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima em Juruá, na Prelazia de Tefé (AM).Na mesma data, foi nomeado para a diocese de Três Lagoas (MS) o padre Luiz Gonçalves Knupp, atualmente pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Marialva (PR).

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Governador quer pena mais dura para quem mata polícial

No último final de semana, quatro policiais e um guarda municipal foram mortos na região metropolitana do Rio

Agência Brasil
O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, defendeu nesta segunda-feira (23) penas mais duras para criminosos que atiram contra policiais. Só neste fim de semana, quatro policiais e um guarda municipal foram mortos na região metropolitana do Rio.
Luiz Fernando Pezão disse que tem conversado com ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, sobre o assunto
Bruno de Lima / Agência O Dia
Luiz Fernando Pezão disse que tem conversado com ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, sobre o assunto
“Eu sou contra a violência contra qualquer cidadão. Quando uma bala atinge uma criança, uma mulher ou um homem, é um pedaço da gente que vai embora", disse Pezão, ao defender penas duras que desestimulem as pessoas a atirar em policiais. "O policial está ali levando segurança para locais que estavam há 30 anos abandonados. Vou me empenhar dentro do Congresso para mudar nossa legislação. Tenho conversado sistematicamente com o ministro [da Justiça] José Eduardo Cardozo. Não podemos ficar vendo policiais serem mortos, sem ter penas mais duras para punir os criminosos”, afirmou.
O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, compareceu ao velório de um dos policiais baleados e fez um desabafo, dizendo que a polícia estava sozinha na luta contra a violência.
“Nessa selvageria toda, dessas pessoas que não têm apego nenhum pela vida, que matam por um celular, e quando descobrem que a pessoa é um policial, aí sim, ela está efetivamente condenada. Então, quem mata no peito, isso é a polícia. E a polícia, neste país, e principalmente no Rio de Janeiro, está sozinha”, enfatizou Beltrame.
Quatro policiais – dois civis e dois militares – foram mortos durante tentativas de assalto. Além deles, o corpo de um guarda municipal foi encontrado, baleado, na favela da Rocinha.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Tsunami deverá atingir o Brasil

Resultado de imagem para fotos policiais mortos

"Há um tsunami de sangue e dor se aproximando muito de nós, e continuamos não dando a devida atenção.,

 Policiais são a ultima barreira entre o bem e o mal, se eles estão caindo assim, sinal que nossas defesas acabaram, pensem nisso!.".

 Alexandre Abrahão, Juiz de Direito no TJRJ. (sobre a morte de policiais )

Resultado de imagem para fotos policiais mortos

Resultado de imagem para enterro policial

Resultado de imagem para enterro policial


Resultado de imagem para enterro policial
Resultado de imagem para enterro policial