Postagem em destaque

Morada Nova de Minas dá exemplo de Segurança Publica.

GM de Morada Nova no quartel da PM da Cidade A pequena Morada Nova de Minas cidade com 8500 habitantes no Centro Oeste de Minas pode ser...

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Câmara Municipal de Pompéu vai ter Procon

Deverá ser iniciado no mês de março o atendimento ao cidadão de Pompéu pelo Procon que será instalados na Câmara Municipal da cidade. A muitos anos o Vereador Experidião Porto (PV) lutava pela sua instalação. O movimento tomou força depois que o blog e o Vereador denunciaram a Rede Eletroson por ela ter supostamente lesado consumidores da cidade de Pompéu, na época a Câmara aprovou uma moção de repudio a loja. Os consumidores lesados podem se dirigir a Câmara Municipal levando a nota fiscal de aquisição do produto e protocolar uma reclamação.
O Advogado contratado foi o DR. Hudson Lobato.

Taxa de crimes violentos em Minas subiu mais de 10% em 2011



Na Grande Belo Horizonte, o número de homicídios subiu 19%; órgãos acreditam que aumento está relacionado ao tráfico de drogas
29/02/2012 11h29
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
FELIPE REZENDE/JOANA SUAREZ
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
  • Notícia
  • Comentários(13)
  • Compartilhe
  • Mais notícias
A
A
A taxa de crimes violentos em Minas Gerais aumentou 10,8% em 2011, em
comparação com o ano anterior. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira
 (29) pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), com base em ocorrências
 do Registro de Eventos de Defesa Socivla (Reds), da Polícia Militar, e da Delegacia
de Crimes Contra a Vida.
Em números absolutos, as ocorrências - homicídios, homicídios tentados, estupros,
 roubos e roubos a mão armada - subiram de 50.626 para 56.593. Segundo a
secretaria, a taxa por grupo de 100 mil habitantes, que leva em conta o crescimento
 populacional, foi de 277,78, contra 250,52 em 2010.
O aumento, conforme os órgãos, está relacionado relacionado ao tráfico de drogas.
 O grande consumo de crack também foi apontado como um fator que contribuiu para
 os números finais.
Em comparação com 2004, ano em que começou a ser implantado o atual modelo
de segurança pública de Minas, a taxa de crimes violentos no Estado caiu 48,80%.
Naquele ano, foram registradas 102.513 ocorrências de crimes violentos, equivalentes
 a uma taxa de 539,15 para cada grupo de 100 mil habitantes.
Capital - Considerando apenas
 Belo Horizonte, a taxa de crimes
violentos aumentou de 703,91 em
2010 para 783,91 em 2011 – uma
 variação de 11,4%. Em números
absolutos, o crescimento foi de 17.369 ocorrências para 19.487. Na capital,
o número de homicídios aumentou
 22% e o de roubos subiu 12,8%
Já na região metropolitana de Belo
 Horizonte, área que historicamente
 concentra o maior número de
ocorrências,
a taxa de crimes violentos aumentou de 545,05 por grupo de 100 mil habitantes em 2010 para 624,54 em 2011 – uma variação
 de 14,5%. Em números absolutos, as ocorrências passaram de 28.197 para 32.680.
 Os homicídios foram 19% maiores que em 2011 e os roubos variaram 15,8%.
 Já no período de 2004 a 2011, a taxa caiu 53,7% (de 1.348,93 para 624,54 por grupo
de 100 mil habitantes).
Transparência - Em 16 de fevereiro, em reportagem exclusiva, O TEMPO mostrou cópia do memorando 5008.2/2012, assinado pela cúpula da Polícia Militar, que proibia os
comandantes de batalhões de repassarem índices de criminalidade à imprensa.
Além disso, surgiram suspeitas de que boletins de ocorrência estariam sendo
‘maquiados’ pela polícia
Os números sobre crimes violentos em Minas não eram divulgados desde janeiro de 2011, diferentemente do que acontece em outros Estados, como São Paulo, onde os dados são atualizados mensalmente no site da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).
Atualizada às 12h09.

Perito Experidiao Porto visita Deputado Relator do Projeto de lei Orgãnica da PC


 Na manhã dessa terça-feira conforme prévia convocatória a Direção do SINDPOL/MG e dezenas de filiados se fizeram presentes na reunião da CCJ da ALMG, onde o Presidente Relator Deputado Sebastião Costa iria apresentar o primeiro parece no PLC 23/2012, que trata da nova Lei Orgânica da Polícia Civil. Após exposição de motivos o Presidente da Comissão informou a todos que considerando a complexidade no tema bem como o desejo e intenção de aprimora-lo, atendendo as solicitações do SINDPOL/MG demais entidades de classe, seria necessário, pelo menos mais uma semana, para que este entrasse em contato como governo e uma assessoria técnica para que alterações pudessem ser efetivadas nesse sentido.  O mesmo ainda informou que o prazo regimental para apreciação do projeto na comissão é de até o dia 18 de março, porém se comprometeu de equacionar essa etapa até a próxima terça-feira. As lideranças da Polícia Civil que estavam presente compreenderam o posicionamento do deputado agradeceu pela dedicação e empenho nessa matéria tão importante para a categoria, para a instituição Polícia Civil e para a sociedade que clama por mais segurança.

MEC divulga valor do novo piso nacional de professores em R$ 1.451


Reajuste será de 22,22% em relação
a 2011. Aumento é para professor de nível
 médio e jornada de 40 horas semanais
O Ministério
 da Educação divulgou na tarde desta segunda-feira (27) que o piso salarial nacional dos professores será reajustado em 22,22% e seu valor passa a ser de R$ 1.451,00 como remuneração mínima do professor de nível médio e jornada de 40 horas semanais. A decisão é retroativa para 1º de janeiro deste ano. Segundo o MEC, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2011, em relação ao valor de 2010. O piso aplicado em 2011 foi de R$ 1.187, e em 2010, de R$ 1.024. A aplicação do piso é obrigatória para estados e municípios de acordo com a lei federal número 11.738, de 16 de junho de 2008. Estados e municípios podem alegar não ter verba para o pagamento deste valor e, com isso, acessar recursos federais para complementar a folha de pagamento. No entanto, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.

Sindpol defende autonomia da Pericia em Minas.


O Presidente do Sindpol Denilson Martins falou sobre a posição do Sindpol em relação a autonomia da Pericia Criminal em Minas.
No Estado a Perícia ainda é subordinada a Polícia Civil e os Peritos buscam a plena autonomia. Veja a entrevista do Presidente Denilson ao Blog do Experidao

NOSSA INFINDA AUTOCRACIA SINDICAL


                                                                      Fernando Alves de Oliveira

Fernando - Cópia.jpgEm junho de 1948, após a derrubada do Estado Novo do ditador Getúlio Vargas e a redemocratização do País, e já na presidência do general Eurico Gaspar Dutra, o Brasil foi um dos signatários da Convenção 87 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Assinada, mas não ratificada até os dias atuais. Por quê?

Como importantes referências históricas, vale recordar que Dutra liderou o movimento de novembro de 1945 que destituiu o caudilho Vargas do poder. Em setembro de 1946 viria ser promulgada a quinta Constituição Federativa. Restabelecido o regime democrático, Dutra foi eleito em dezembro do mesmo ano como novo presidente da República. Após cassar o Partido Comunista e romper relações diplomáticas com a União Soviética, Dutra foi o responsável pela criação do Serviço Social da Indústria (SESC) e Serviço Social do Comércio (SENAC) e de valer-se do Decreto-lei 9070/46 para a regulação do direito de greve em atividades essenciais, além de outros importantes feitos para a época, no âmbito interno e externo.

Estava claro que o sindicalismo intervencionista do Estado autoritário, baseado na “Carta Del Lavoro” de Benito Mussolini, não era o modelo ideal para o Brasil da época, que começava a sair da fase eminentemente colonial e engatinhava para os avanços do parque industrial. Ademais, o País sofria as agruras econômicas advindas de um mundo saído de uma segunda guerra mundial. Os mais perspicazes já enxergavam ali o embrião da globalização.

Então, por qual razão a Convenção 87 da OIT não foi ratificada e sempre postergada?

Ocorre que desde a promulgação da legislação sindical no glorioso primeiro de maio de 1943, concebida com sua irmã gêmea, a Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto-lei 5.452, de Vargas) os responsáveis pelo sistema sindical brasileiro insistiram em trilhar pela bitola estreita da unicidade, que veda a existência de mais de uma categoria (laboral ou econômica) em dada base territorial, além, é claro, na plácida sustentação financeira da contribuição sindical obrigatória. Como tal, garantidas a exclusividade da representação e da arrecadação compulsória, trabalhar ou não em prol da categoria laboral ou patronal representada jamais passou de mera opção de escolha.

Ora, partindo da premissa de que a Convenção 87 proclama, dentre outros tantos fundamentos de igual ou ainda maior importância “da necessidade de melhorar as condições de trabalho e a afirmação do princípio da liberdade da associação sindical”, aliadas “à liberdade de expressão e de associação, como valores basilares para o progresso constante”, tornou-se profundamente estranhável (para não dizer vergonhoso) que o Brasil nunca tivesse optado por sua formal validação. Em verdade, nosso Parlamento –onde tal documento jaz há 65 anos- nos dias atuais nem teria mais condições formais de ratificá-lo, ante o preceito constitucional capitulado no artigo 8º da Constituição Federal promulgada em outubro de 1988, que consagrou a representação sindical fincado na unicidade e manutenção da contribuição compulsória. Ter-se-ia de mudar essa prescrição constitucional. O que é impensável.

Claro está que os Constituintes liderados pelo finado Ulysses Guimarães foram anfibológicos e incongruentes. Utilizaram-se do enganoso expediente formal de desatrelar o Estado do movimento sindical, mas mantiveram não só a unidade como a contribuição obrigatória (que possibilitaria que o mesmo Estado persistisse participando do rateio do bolo sindical e embolsando 20% do seu total). Conclusão: o Estado segue dando as cartas e jogando de mão na constituição dos sindicatos. Primeiro através de sucessivas Instruções Normativas, como a inicial que criou o “Cadastro Nacional das Entidades de Sindicatos”, afora outras que se sucederam, desaguando na Portaria 186/08 que regula o registro sindical. Em verdade, uma concessão oficial maquiada da antiga “carta sindical”...

Assim sendo, Executivo e Legislativo são tutores do corporativismo representado pelos interesses dos pelegos que infestam o sindicalismo nacional, e que em troca de apoio político-eleitoral, são credores do Estado da dádiva do dinheiro fácil, oriundo da contribuição sindical compulsória sustentadora de sinecuras, balcões de negócios e meio de vida. E para ficar muito bem explicitado: não só de dirigentes de entidades de empregados, como também de patrões.

Aliás, a não ratificação da citada Convenção 87 ou edição de ampla e saneadora reforma sindical derivam, ambas, da velha e surrada ausência de vontade política do Legislativo e do Executivo. Neste tema, o  honroso e tão decantado jargão de um Brasil globalizado e líder absoluto dos emergentes, que tanto orgulha o povo brasileiro, possui pouco ou nenhum valor. Para os donos do Poder, mais vale o atraso sindical de sete décadas. Afinal, se sindicalismo propositivo, de vanguarda, é prioridade nacional, ela é a menos importante do elenco das mais importantes. Então, para que correr o risco de mudar o que rende votos nas urnas, que, afinal de contas é o que vale a governos ávidos de perenidade de poder?

Já provei, em meus livros e em artigos anteriores, que o único governante que rivalizou com o Congresso pela extinção da contribuição sindical foi Fernando Collor de Mello. Baldados seus esforços. Foi derrotado por ele em duas oportunidades. E de goleada!

Dos contemporâneos, Fernando Henrique Cardoso, entrou e saiu mudo na questão sindical. Já seu sucessor, vindo do meio, discursou, escreveu e assinou aquilo que seria a redenção institucional, moral e ética do sindicalismo. Ledo engano. Logrou todas as expectativas, manchando sua biografia. Sua preocupação foi com o oposto, beneficiando exclusivamente os sindicalistas, seus ex-colegas. Foi solícito em ampliar a reserva de mercado onde os sindicalistas ganham a vida e sobem degraus da escada política. Prova disso? Quase 50% dos cargos públicos e das estatais estão ocupados pela casta.

Ora, a verdadeira liberdade sindical é a representada no direito de trabalhadores e empregadores se organizarem e se constituírem sem o arbítrio do Estado, tendo como manutenção econômica uma contribuição de cunho espontâneo. Como o estatuído na Convenção 87 da OIT.

E como se prova ao longo de décadas passadas e no presente quanto à total aversão pela pluralidade sindical, também é evidente o desinteresse em abdicar da contribuição impositiva em favor das de caráter voluntário. Destarte, prevalece zero de interesse em ratificar a tal Convenção, bem como levar a cabo uma reforma sindical que tire o Brasil do malsinado atraso, que envergonha os componentes da vanguarda sindical, que lutam com denodo por transformações profiláticas e que devolvam dignidade, ética e transparência ao sistema prevalecente, regido pelo defasado e caduco modelo varguista.

Até um tempo não muito distante, a CUT, braço direito do PT, recomendava de boca cheia aos sindicatos a ela filiados para que devolvessem o dinheiro recolhido da contribuição obrigatória aos contribuintes das entidades. Como no PT o discurso costuma ser o antônimo da prática, deveria ser ela, a CUT, a primeira a dar o bom exemplo, restituindo ao ministério do Trabalho e Emprego os milhões de reais que tanto ela como as demais centrais colegas recebem desde 2008, por nímia generosidade de Lula, proveniente do rateio do bolo sindical. E o que é mais grave: sem qualquer fiscalização do Tribunal de Contas da União...

Aliás, os dirigentes de todas essas centrais também deveriam explicar não só aos trabalhadores a elas filiados, mas à sociedade brasileira, quais são os reais valores institucionais e de representação sindical de suas confederações e federações (que identicamente recebem 5% e 15%, respectivamente, do idêntico bolo sindical). Afinal, quais são, na realidade, as funções institucionais dessas federações e confederações depois do advento das centrais? Como tal, quais as justificativas merecedoras da continuidade da percepção desses obesos aportes?

E em termos de política sindical, o próprio ministério do Trabalho e Emprego virou um mero carimbo. Depois da saída de Carlos Lupi (outro defenestrado com rótulo de quem saiu, como todos os demais, “a pedido”) está sendo dirigido por um burocrata de carreira. Pelo mesmo secretário-executivo, subalterno de Lupi, que, por sua vez, ainda arvora a si o direito de participar do processo de escolha de seu sucessor, cujos critérios, naturalmente, estão longe de ser os qualificativos de mérito e competência e sim os dos conhecidos critérios de divisão do latifúndio político, tão a gosto do partido que, no passado, era histriônica e visceralmente contrário a isso tudo que hoje, no Poder, pratica com tanta desenvoltura...

Por fim, a indagação é extremamente recorrente: De qual setor de atividade são originários muitos dos partícipes do governo, instalado há 10 anos e umbilicalmente metidos no mais escabroso período da vida republicana deste País em matéria de corrupção e de seguidos escândalos?

É este o quadro  do nosso autocrático e senil regime sindical. Quando e quem se habilitará a reformá-lo?

Consultor sindical patronal, autônomo e independente, autor dos livros O sindicalismo brasileiro clama por socorro, e S.O.S.SINDICALpt, editados pela LTr e de palestra direcionada, além de dezenas de  artigos sob o tema sindical. Acervo em http://falvesoiveira.zip.net/ e em http://falvesoliveira.blogspot (“Por um sindicalismo patronal melhor”). Contatos: falvesoli40@terra.com.br  Facebook: http://facebook.com/fernando.alvesdeoliveira3

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Bandido perigoso foragido de Neves é preso em Pompéu

"Atenção bandidos: querem passear? Não venha para Pompéu, aqui vocês vá se dar mau" Polícia Civil e Militar da terra de Dona Joaquina.


Em 27 de fevereiro de 2012, por volta das 1615 horas, a PMMG recebeu informacoes que LEANDRO DE SOUSA SANTOS o qual é foragido da cadeia pública de POMPEU, tendo empreendido fuga na data de 29 maio de 2011 e também é foragido da Penitenciária de Neves,  estava nas proximidades da RUA CRISTAL próximo ao nr 108, BAIRRO ARITANA. Diante disso ao ser verificada a informacao constatou que realmente se tratava da pessoa de LEANDRO e ao ver a viatura chegar nas proximidades do local onde se encontrava empreendeu fuga para um matagal, sendo necessário a solicitacão de reforço para proceder a sua prisão. Após  um intenso rastreamento logrou-se êxito na  prisão do autor. No momento da abordagem o autor se encontrava à RUA MARTINHO CAMPOS em uma casa nas proximidades do “CAMPO DO HAVAI” no BAIRRO VOLTA DO BREJO. Diante disso o autor recebeu voz de prisão sendo conduzido ate a presenca da Autoridade de Policia Judiciaria em perfeitas condicões físicas e psicólgicas. Havia dois mandados de prisao em desfavor do autor das comarcas de POMPEU e BELO HORIZONTE. Registrado Boletim de Ocorrência Policial

Policia Civil de Lagoa da Prata esclarece latrocínio que chocou a cidade.

Os investigadores refizeram o itinerário da vítima e dos autores - a vítima - do detalhe - possuía 32 anos.jpg A Polícia Civil de Lagoa da Prata concluiu nesta segunda feira (27) o procedimento investigatório que apurou a morte do motorista de caminhão ANDERSON PIMENTEL NUNES (32 anos -foto) natural de Patos de Minas/MG ocorrida em 04 de fevereiro.
O cadáver da vítima foi encontrado na zona rural de Lagoa da Prata, no rio Jacaré com cerca de 16 perfurações caracaterísticas de golpes de faca. A crueldade do crime chocou a população da cidade.
A partir de informações levantadas no dia da ocorrência do crime, os investigadores refizeram o itinerário da vítima, desta forma conseguindo pistas valiosas sobre os autores do crime. Durante as investigações, ficou constatado que os adolescentes U.B.S. (17 anos), M.R.M.P. (17 anos) de Lagoa da Prata e S.A.S. (16 anos) da cidade de Arcos resolveram roubar os pertences e o veículo da vítima, para isto provocando sua morte. Os adolescentes identificados são conhecidos pela prática de crimes violentos e por envolvimento com o tráfico de drogas. Dois dos adolescentes infratores estão acautelados nos presídios de Lagoa da Prata e Arcos.
O procedimento investigatório será encaminhado à justiça da Infância e da Juventude de Lagoa da Prata para as providências subsequentes. Os adolescentes poderão permanecer até três anos sob regime de internação à disposição da justiça. A Polícia Civil de Lagoa da Prata contou com o apoio de policiais da 22ª. DP de Arcos-MG na ação investigativa e operacional.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Vereador recebe denuncia de morador e visita lixo que contamina o meio ambiente em Pompéu.


Após receber uma denuncia de moradores do bairro o Vereador Experidião Porto (PV) esteve na tarde deste domingo (26) no  Bairro Várzea do Boi, em Pompéu, Centro Oeste de Minas. Ele ficou estarrecido com o que viu, toneladas de lixo inorgânico como copos de plástico, garrafas e outros misturados a terra e carcaças de animais.
O local é próximo de algumas residências colocando em risco seus moradores.
O Vereador vai levar a denuncia a Câmara na reunião desta segunda e pedir providências ao poder Executivo.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Pompeano Mister Universo de 2011 é padrinho da Camisa Verde e Branco - Carnaval 2012

Roubo a mão armada em Pompéu.

Eugenio Pacelli de Oliveira Campos foi assaltado nesta sexta (24) em Pompéu, Centro Oeste de Minas.
Segundo a vítima ele foi abordado por dois homens armados em um carro preto que o obrigaram a entregar o carro que dirigia. Depois do assalto os dois fugiram levando o carro da vítima e foram no sentido MG 420. Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.

Homem é assaltado por motoqueiros em Abaeté.

João Antonio da Silva de 70 anos foi surpreendido na porta de sua casa em Abaeté, Centro Oeste de Minas por dois homens em uma moto. Um dos homens desceu da moto e apontou uma arma para a vítima. Eles fizeram com que João entrasse em casa e acabaram agredindo a vítima com uma coronhada na cabeça.
João ficou ferido mas não corre risco  de morte.

Os ladrões levaram 4.700 reais que encontraram em uma gaveta da casa e fugiram do local.
Até o fechamento desta edição os bandidos não haviam sido encontrados.Alguma informação dos autores pode ser passada pelo numero 181 ou 190, o denunciante não precisa se identificar.

Arnaldo Jabor – Uma polícia tratada a pontapés, pão e água


Garoto de seis anos teria sido estuprado em Pompéu.

                   


INDIVÍDUO PRESO AO TENTAR COMETER DOIS ESTUPROS SEGUIDOS

                                Em 22 de fevereiro por volta ds 2255 horas, a PMMG compareceu a Rua FELIXLANDIA, onde a testemunha do fato narrou que estava ouvindo gritos de socorro  e ao sair na rua para averiguar o que ocorria, deparou com a vítima  só de calcinha caída ao solo e um cidadão de cor clara, short preto, camisa verde e boné, em cima dela tentando abusar sexualmente. O autor ao avista a testemunha, saiu correndo. Em contato com a vítima esta narrou que chegava do serviço quando foi atacada pelo autor e que não o conhece. Registrado Boletim de Ocorrência Policial.  Em ato contínuo, o autor,  correu para a Av.FRANCISCO FERREIRA MACIEL, Nr 204,  surpreendendo outra vítima que deslocava para sua residência. A vítima foi  agarrada  puxada para o meio do mato existente no local. A  testemunha, ouviu gritos da vítima e ao aproximar o autor  viu e saiu correndo fugindo em uma bicicleta, porem foi seguido por populares que lograram êxito em detê-lo  até a chegada da PM. Devido reagir durante a fuga, o autor estava com varias escoriações por todo corpo. Diante do exposto, foi dada voz de prisão ao autor, sendo conduzido ate a Delegacia de Policia de de BOM DESPACHO para  o registro da prisão em flagrante.

ESTUPRO DE MENOR VULNERÁVEL

                              Em 22 de fevereiro de 2012, por volta das 2055 horas, a PMMG compareceu a Av.OLIVEIRA Nr; 54, onde a solicitante narrou que ao chegar do trabalho, foi dar banho em seu filho  de 06 anos de idade e ele começou a chorar e reclamar de dores no anus. Ao perguntar o que havia acontecido, seu filho disse que o vizinho,  de 14 anos de idade, havia abusado sexualmente dele, em um momento que estavam a sozinhos em casa. Foi feito contato com o menor infrator  e ele confessou o ato. O menor  infrator foi apreendido  e seu genitor o acompanhou ate a Delegacia. Todos os envolvidos foram encaminhados  Delegacia de BOM DESPACHO, a fim de prestarem maiores esclarecimentos.Registrado Boletim de Ocorrencia Policial. 

PRÍNCIPE DO BRASIL VISITA DIVINÓPOLIS E BOM DESPACHO


Dra. Heloisa Cerri recepcionará o príncipe em encontro promovido pela Confraria Brasil-Portugal

O Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, herdeiro da Coroa Brasileira, visitará duas cidades do Centro-Oeste de Minas na próxima quarta-feira (29). A visita começará por Divinópolis, onde ele chegará às 10h15, sendo recepcionado na Avenida JK, próximo ao Corpo de Bombeiros.

Às 10h30, Dom Bertrand, terá nova recepção nas escadarias da Catedral do Divino Espírito Santo, sendo recebido por autoridades municipais. Na ocasião, será executado o Hino de Divinópolis pela Banda de Música do 23º Batalhão da Polícia Militar. Às 11h15, será celebrada Missa em Ação de Graças.

As atividades do príncipe em Divinópolis serão encerradas em um encontro que ocorrerá no auditório da Fiemg, no bairro Esplanada, às 13h30. O encontro é uma homenagem da Confraria Brasil-Portugal e na ocasião Dom Bertrand fará palestra para educadores e demais convidados com o tema: “Como avançar na Educação segundo a ótica monárquica”.

Neste encontro no auditório da Fiemg, a vereadora do PV, Dra. Heloisa Cerri, fará uma saudação ao príncipe, como autora da Lei 7.010/2009 que instituiu o Dia Municipal da Confraria Cultural Brasil-Portugal, comemorado todo dia 10 de junho. Em seu discurso, Dra. Heloisa destacará a importância da monarquia para o país, bem como do orgulho divinopolitano ao recepcionar um dos mais atuantes membros da família real brasileira.

Após cumprir a agenda em Divinópolis, Dom Bertrand seguirá para Bom Despacho, segunda parte da visita à região.

A CONFRARIA

Confraria Brasil-Portugal é uma associação civil e cultural, sem fins lucrativos, com sede e foro em Divinópolis, que funciona à Avenida Antônio Olímpio de Morais, 560/1001. Foi criada no dia 28 de junho de 2008, em São José dos Salgados e oficializada no dia 8 de dezembro do mesmo ano.

A Confraria, cuja presidente é a escritora Maria de Fátima Quadros, tem atualmente 74 membros. A associação cultural tem por finalidade exclusivamente difundir a cultura da língua, da literatura, das ciências e artes em geral no Brasil e em Portugal; divulgar poetas, escritores e artistas brasileiros e portugueses, de preservar, difundir e promover a cultura dos dois países, incentivando e realizando estudos/seminários, estabelecendo relações e intercâmbio, promovendo eventos. A Confraria dispõe, ainda de uma biblioteca formada por autores brasileiros e portugueses, à disposição dos interessados.CLIQUE AQUI e saiba mais sobre a Confraria

QUEM É DOM BERTRAND
(FonteWikipédia)

Dom Bertrand Maria José Pio Januário Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orleans e Bragança e Wittelsbach, nasceu em Mandelieu, França, no dia 2 de fevereiro de 1941. O príncipe de Orleans e Bragança, é o atual príncipe imperial do Brasil desde 5 de julho de 1981, quando seu irmão mais velho, D. Luís Gastão, assumiu o posto de Chefe da Casa Imperial Brasileira, herdado do pai. É o terceiro filho varão de D. Pedro Henrique de Orleans e Bragança, então Chefe da Casa Imperial Brasileira, e de D. Maria Isabel da Baviera. Dom Bertrand de Orleans é bisneto da Princesa Izabel que assinou a Lei Áurea que libertou os negros escravos.

O príncipe passou a infância na Europa, durante o exílio da família imperial brasileira, em plena Segunda Guerra Mundial(1939-1945). Veio para o Brasil em 1945, juntamente com os pais e três irmãos. Passou o restante da infância entre o Rio de Janeiro e Petrópolis, e a juventude entre o Paraná e São Paulo, aonde fora enviado para estudar. D. Bertrand se formou em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Reside com o irmão, D. Luís, no bairro do Pacaembu, na cidade de São Paulo. É um antigo expoente das causas da elite católica conservadora.

Solteiro, tem como herdeiro imediato o seu irmão D. Antônio João de Orleans e Bragança. Além de príncipe imperial do Brasil, conforme a constituição brasileira de 1824, é o comendador-mor da Imperial Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo e grão dignitário-mor da Imperial Ordem da Rosa, além de grã-cruz de todas as outras ordens brasileiras e bailio grã-cruz da Ordem Constantiniana de São Jorge, da Realeza Napolitana.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Tabelas de salários das Policias; confira proposta do governo do Paraná


Publicado em  por 

As tabelas abaixo são propostas enviadas pelo Governo do Paraná, rejeitadas pela categoria que as consideraram um tremendo desrepeito. Os policiais reivindicam mais de 100% de reajuste sobre o piso pago. Os policiais civis, que hoje recebem R$ 2,7 mil em início de carreira (investigador de quinta classe), querem a equiparação ao valor pago a técnicos de nível superior. Se a proposta for aceita, o piso passaria de R$ 5 mil.
Vejam a proposta do govenro.

Vereador Experidiao apura denuncia de falta de médico em Pompéu



 Ao receber uma denuncia no facebook o Vereador Experidião Porto (PV) esteve no PSF do Bairro Morro Doce, em Pompéu, Centro Oeste de Minas e constatou que realmente o local estava sem médico e sem Enfermeiro. Segundo informações no local a Medica que atende o PSF esticou o feriado já a Enfermeira estaria de férias.
Segundo a denuncia pessoas da região atendida pelo PSF não eram atendidas no Pronto Atendimento Municipal porque pertenceria ao PSF do Bairro isso acabou gerando transtornos para os usuarios.
O relato de um paciente de que percorreu vários pontos de atendimento mas teve a consulta negada sendo encamionhado para o PSF que pertencia mas que se encontrava sem Médico. O Vereador vai levar a denuncia para a Câmara.
Os funcionários do loca não quiseram dar entrevista por temer retaliações por parte da Administração mas confirmaram a falta dos profissionais.
O blog vai propcurar a Secretaria da Saude para obter sua versão.

Incêndio em casa em Pompéu - Alterosa repercute

Em Pompéu, incêndio criminos  destrói casa enquanto os donos trabalhavam no carnaval
                   

Cidadão denuncia falta de médico em PSFde Pompéu.

Rodrigo Nolasco, cidadão que cobra seus direitos
Experidião, tudo bem? Bom dia!
Você que se preocupa muito com os assuntos (e erros) relacionados à nossa administração,

 deveria hoje fazer uma visita no PSF do Morro Doce, afinal, hoje estou com forte inflamação na Garganta, calafrios, moleza no corpo e febre, e procurei o meu PSF (a qual pertenço ao do Morro Doce) e chegando lá, minha mãe soube que a Médica não vai fazer atendimento hoje, e não também amanha, que agora seria só na segunda feira; tudo bem, procurei o ambulatório, e lá eles me falaram que bastava procurar novamente o meu PSF e pedir à enfermeira que fizesse uma autorização para que eu possa ser atendido no Ambulatório, e novamente me deparei com o descaso, a enfermeira está em férias (15 dias) e não tem nenhum outro enfermeiro no lugar dela, ou seja, se atendimento no Ambulatório. A procura ainda de atendimento, liguei para outros PSFs e descobri que se não sou criança não posso ser atendido em nenhum outros posto que não seja o meu. O jeito agora é o que? Recorrer aos remédios que tenho em casa, me deitar, e esperar até segunda feira por um (talvez) atendimento, e claro, rezar para que a minha situação não piore. O melhor de tudo é tudo isso acontecer logo nos dias em que a Campanha da Fraternidade (e a igreja no Brasil) trás o tema "Saúde Pública"...

Desde já, obrigado pela atenção.





Vereador apura e confirma denuncia de cidadão Pompeano.


Veja a reportagem completa aqui neste blog amanhã

Homem é preso após tentar estuprar duas mulheres em Pompéu


Qui, 23 de Fevereiro de 2012 13:24 0 Comentários Polícia

E-mailImprimir
Um homem de 26 anos, cuja identidade não foi revelada, foi preso após tentar estuprar duas mulheres na noite dessa quarta-feira (22), em Pompéu, próximo a Tentativa de estupro aconteceu em Pompéu, nesta quarta - foto: portalgualandi.blogspot.comTentativa de estupro aconteceu em Pompéu, nesta quarta - foto: portalgualandi.blogspot.comSete Lagoas.

Segundo a Polícia Militar, o jovem foi detido após informações de populares que haviam identificado o suspeito e o seguido. Conforme relatado, a primeira tentativa de estupro ocorreu por volta das 22h e teria sido contra uma mulher de 44 anos. A vítima passava pela Rua Felixlândia, no bairro Volta do Brejo, quando foi abordada pelo suspeito. Assustada, ela começou a gritar, até ser ouvida por um pedestre. O suspeito, ao perceber que seria pego, saiu correndo.

Após menos de uma hora, o suspeito tentou estuprar outra mulher. A vítima, de 32 anos, foi surpreendida pelo criminoso quando voltava para casa caminhando por uma avenida do bairro Samarino. Ele tentou segurar a mulher pelos braços e levá-la até um matagal, mas a ação foi frustrada por populares. O suspeito foi perseguido e, em seguida, detido.

O jovem, que negou todas as acusações e não tinha passagem pela polícia, foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Bom Despacho.
Da redação