Postagem em destaque

Quadrilha que desenterrou vítima e abusou do cadaver é presa em Perdigão

Eles foram detidos por outros crimes, mas durante apuração da PM, foi verificado possível envolvimento com o caso.   Por G1 Centro-...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Presidente ordena e policiais limpam a ruas.

Mais de 300 morrem nas Filipinas após presidente ordenar que polícia mate traficantes

Presidente "Justiceiro" disse que as drogas devem ser paradas "a qualquer custo"

COMPARTILHE

310

A guerra sangrenta e cruel do recém-eleito presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, contra o tráfico de drogas ilícitas está ameaçando o sistema judiciário do país e deixando a população com medo enquanto as ruas do país são cobertas de cadáveres.

Alguns dos corpos abandonados nas ruas aparecem vestidos apenas com cuecas, com as mãos e pés amarrados. Outros têm seus rostos cobertos com fita e com as roupas encharcadas de sangue.

Foto: Getty Images

Mulheres e membros das famílias dos mortos aparecem segurando os corpos inertes de seus entes queridos — mortos nas execuções sumárias realizadas por policiais, sem a oportunidade de passarem por um julgamento completo e justo.

Desde o início de julho, a polícia do país já assassinou quase 300 pessoas nas Filipinas — e o número de mortos continua subindo.

Em seu primeiro discurso como chefe de Estado ao parlamento, o presidente filipino, Rodrigo Duterte — apelidado de “O Justiceiro” — ignorou a indignação da população e da comunidade internacional com as mortes endêmicas e aplaudiu o trabalho da polícia assassina, dizendo que o tráfico de drogas “afogou o país” e deve ser parado “a qualquer custo”.

— Não vamos parar até que o último barão da droga e o último financiador tenham se rendido e colocados atrás das grades. Ou embaixo da terra, se quiserem.

Duterte ainda deixou claro que iria perdoar policiais acusados de violações dos direitos humanos durante a realização de suas ordens brutais.

Foto: Getty Images

Nem mesmo os compradores estão a salvo, já que o presidente exortou recentemente os cidadãos do país a “ir em frente e matar” não só traficantes, mas também os usuários de drogas.

Um dos principais advogados de direitos humanos do país, José Manuel Diokno, advertiu na semana passada que Duterte tinha “gerado uma explosão nuclear de violência que está fora de controle e está criando uma nação sem juízes”

Com informações do Daily Mail – R7

Saulo Prado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.