Postagem em destaque

Só no Brasil: Para não serem presos Policiais tinham de se deixar golpear por louco com facão em Bom Despacho.

Vítima estava ameaçando matar mulher e sogro na zona rural da cidade. No local o homem tentou atingir os militares com a arma. Policiais ...

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Em Pirapora, policial civil é morto dentro de delegacia

Ele estava de plantão quando foi baleado; investigador morreu no local. Polícia Civil faz diligências para localizar os criminosos.

23/09/2016 07h16 - Atualizado em 23/09/2016 11h58

Por Michelly Oda

Do G1 Grande Minas

Delegacia de Pirapora, onde Cleomar foi morto (Foto: Natália Jael/Inter TV)

Um investigador, de 47 anos, que estava de plantão na delegacia de Pirapora, no Norte de Minas Gerais, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (23). Segundo as primeiras informações da Polícia Civil, Cleomar Vieira teria sido atingido por um tiro. Ele foi encontrado com um ferimento na região das costas.

Ainda de acordo com a PC, o crime foi cometido por duas pessoas, que chegaram no local de carro. A possibilidade de mais envolvidos não está descartada. Elas entraram no local pela porta da frente, que estava destrancada. Testemunhas disseram ter ouvido pelo menos três tiros.

Cleomar estava na Polícia Civil há mais de 20 anos
(Foto: Arquivo Pessoal)

O Samu e o Corpo de Bombeiros foram chamados, fizeram os primeiros socorros e confirmaram o óbito. A perícia também esteve no local. Algumas diligências estão sendo feitas para localizar os criminosos, as buscas contam com o reforço de policiais de Curvelo (MG), Montes Claros (MG) e Belo Horizonte (MG). Os suspeitos já foram identificados.

Apesar de Cleomar Vieira trabalhar em Pirapora, a família dele reside em Montes Claros, para onde ele havia pedido remoção. A autorização foi publicada nessa sexta na Imprensa Oficial de Minas Gerais. Ele trabalhava na PC há mais de 20 anos.

Invasão da delegacia
Na madrugada do dia 4 deste mês Cleomar Vieira estava de plantão quando foi registrada uma tentativa de invasão à delegacia.

Na época, o delegado regional Jurandir César Rodrigues, afirmou que a intenção deles era matar um jovem que havia sido preso em flagrante por tráfico de drogas. Quando eles tentaram entrar no local, ele já tinha sido encaminhado ao presídio.

Ainda segundo o delegado, os criminosos foram contidos pelo investigador, que pediu apoio aos agentes da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi). Em seguida, eles fugiram do local a pé.

A polícia realizou rastreamento e apreendeu um adolescente. Ele não foi reconhecido pelas testemunhas e foi liberado depois de ser ouvido. Um outro suspeito foi detido no dia 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.