Postagem em destaque

Só no Brasil: Para não serem presos Policiais tinham de se deixar golpear por louco com facão em Bom Despacho.

Vítima estava ameaçando matar mulher e sogro na zona rural da cidade. No local o homem tentou atingir os militares com a arma. Policiais ...

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Policial mata doido após levar paulada.

Vítima de 42 anos fazia tratamento para controlar esquizofrenia. Família pediu ajuda para levá-lo ao Caps; PM diz que ele agrediu militares.

05/12/2016 18h28 - Atualizado em 05/12/2016 18h54

Do G1 Grande Minas

Um homem de 42 anos morreu nesta segunda-feira (5) após ser baleado por um policial militar em Catuni, distrito de Francisco Sáx, no Norte de Minas. Familiares da vítima relataram que o homem estava com um surto psicótico quando pediram socorro ao Samu e também à Polícia Militar.

De acordo com o primo da vítima, Baltazar Soares Azevedo, João Carlos de Oliveira fazia tratamento para controlar a esquizofrenia, mas há cerca de cinco dias ele teve um surto e fugiu de casa. Neste domingo, ainda segundo o primo, familiares encontraram o homem e o levaram ao hospital.

“Ontem não foi possível medicá-lo e hoje ele seria levado ao Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Porém ele acordou muito alterado e tentava fugir novamente. Por isso foi pedida ajuda da Polícia Militar”, afirma.

Ele conta ainda que João Carlos foi seguido por cerca de 12 quilômetros, até a comunidade de Pega, onde ocorreu o disparo efetuado pelo policial. “Ele estava com um pedaço de madeira e gritava para que ninguém encostasse senão ele matava. Esse policial revidou dizendo que iria morrer era ele e atirou em uma moita. Assustado, o João Carlos foi para cima deles. Todos os outros correram, mas o policial ficou e atirou nele, que foi atingido na região abdominal”, afirma.

Após o tiro João Carlos foi socorrido, mas morreu antes de chegar ao hospital, segundo a família. O comandante da Companhia da Polícia Militar em Francisco Sá, tenente José Dúlio Ferreira, afirma que durante a ocorrência o homem tentou agredir os policiais, mas um dos militares não conseguiu sair do raio de ação dele.

"O terreno deste local onde eles estavam é acidentado. Quando o rapaz partiu para cima dos militares, o policial não conseguiu se afastar e foi atingido na cabeça com um pedaço de madeira. Ele fez um disparo para sanar as agressões; ele efetuou um disparo que atingiu o agressor na região abdominal", explica o tenente.

Devido às agressões, segundo o tenente, o policial teve um corte na região posterior da cabeça. Ele foi socorrido ao hospital da cidade, com intenso sangramento, foi atendido e liberado. O tenente explica também que o militar teve a arma apreendida e ele será apresentado à Polícia Judiciária Militar. O corpo da vítima foi levado ao IML.

Um comentário:

  1. Matéria sem conteúdo e tendenciosa com vistas a repercutir negativamente o fato.

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.